Rogério Peixinho

Rogerio

 

 

 

 

Rogério Peixinho iniciou os seus estudos de violoncelo na classe de Luísa de Vasconcelos no Conservatório Regional de Musica de Castelo Branco, tendo sido esta a sua grande mentora musical e com a qual termina o curso superior.Participou em Master Classes durante vários anos com Márcio Carneiro (Portugal, França e Suissa). Frequentou cursos de música antiga com Michel Fives, Hidemi Suzuky e Reiner Zepperlin.

Enquanto estudante, integrou a Orquestra das Escolas de Musica Particulares, sendo 1º violoncelo em 1989, 1990 e 1992 onde estudou com Paulo Gaio Lima e Irene Lima.

Entre 2003 e 2005 estuda com Jed Barahal na ESMAE – Escola Superior de Musica e Artes do Espectáculo, no Porto.

No 24º Festival de Música da Costa do Estoril participou no concerto de homenagem a Heitor Villa Lobos. Em 1993, aquando da participação no curso de música antiga em Barbaste (França) faz uma gravação para a cadeia de televisão TF1.

Como membro do “Consort Inegale” fez vários concertos em Portugal e Espanha.

Foi membro fundador da “Orquestra de Câmara de Castelo Branco”, grupos “Hemiólia” (sob a direcção de António de Oliveira e Silva) e “Grupetto”.

Frequentou o Curso de direcção de Orquestra da Escola Superior de Música do Porto com o Maestro António Saiote.

Entre 2004 e 2013 assume a direcção pedagógica do Conservatório Regional de Musica da Covilhã.

Actualmente è membro da “Orquestra Barroca de Lisboa” , “Quarteto de Santa Cruz” e o grupo de música contemporânea “Sintese”.

Como Maestro dirige a Orquestra Sinfónica Próclassica (da qual é fundador), a Orquestra de jovens da Direcção Regional de Educação do Centro “MIMA”, o Ensemble “Guitarrafonia”  e a classe de Orquestra da Escola Profissional de Artes da Covilhã, onde lecciona violoncelo.